Email Marketing $19/Month!

Como sair-se bem numa entrevista?

Ninguém gosta de entrevistas. Infelizmente toda a gente tem que passar por uma, quer seja ao nível de emprego ou de bolsa de estudo. Hoje em dia, há muitas bolsas de estudo que exigem passar por uma entrevista. Uma entrevista, não é divertida, eu sei, mas também não é preciso ficar muito traumatizado. A chave principal para um “Ás” de uma entrevista de uma bolsa é uma preparação adequada. Porquê? Porque se estiver preparado, estará mais confiante. E se estiver mais confiante, fará melhor trabalho de representar-se a si próprio. Então, há que deixa-lo preparado.

Em primeiro lugar, alguns princípios básicos:

Conheça onde é que vai: Use um mapa, pesquise na Internet, pelo menos, um dia de antecedência. Descubra o caminho e qual é a melhor forma de lá chegar. A última coisa que podia querer fazer, é andar perdido à procura de um lugar que não consegue encontrar. Isso pode fazer com que chegue atrasado. Atrasos não são aceites. É claro que, muitos vão pelo avião ou viajam dentro de protocolos bem organizados. Para esses, este ponto pode não ser muito necessário.

Seja pontual: Melhor ainda, chegue mais cedo (pelo menos quinze minutos antes). Isso tem duas vantagens: primeiro, vai impressionar o entrevistador, e segundo, permitirá que tenha tempo suficiente para relaxar e integrar-se no novo ambiente.

Não seja um rato: Ao apresentar-se, faça o contacto visual com o entrevistador, aperte-o firmemente a mão e SORRIA. Estudos mostram que isso retrata firmeza, confiança e pode ser considerado/a pessoa certa para o cargo ou posição ou bolsa de estudo. Quanto mais bem apresentável estiver, mais impressionará o entrevistador. Acredite em si mesmo. Depois faça o entrevistador acreditar em si.

Boas Maneiras, Boas Maneiras, Boas Maneiras! Não coçar-se, não mascar pastilha elástica, não estalar os dedos ou fumar. Se fuma, não o faça imediatamente antes da entrevista (muitas pessoas associam o tabagismo à fraca moral pessoal). Sente-se direito e descontraído. Quando referir-se ao entrevistador/a, use “senhor” ou “senhora”. Diga por favor e obrigado.

Veste bem: Se é uma senhora, usa uma saia não curta. Se é um homem, usa uma camisa com botões, uma pólo e uma calça. As calças de ganga “jeans” não são aconselháveis. Os calções também não nem os ténis “sapatilhas”. A ideia fundamental aqui é fazer com que pareça que, realmente preocupa-se com a aparência. Isso mostra ao entrevistador que está a encarar a oportunidade (e o dinheiro deles) de uma forma séria.

Faça o seu Trabalho de Casa: Se uma Instituição/Organização está a financiar a bolsa, perca alguns minutos lendo a sua declaração de missão no seu site. Se será atribuído/a uma bolsa de estudo, é com a expectativa de que irá contribuir a uma tradição. É boa ideia, saber exactamente que tradição é essa. Os entrevistadores, geralmente apreciam um pouco da contribuição que os candidatos podem ter na sua instituição após a sua formação.

Seja Honesto: Significa que, se não souber a resposta de uma pergunta, diga que não sabe. Não bombardeie o entrevistador e nem tente improvisar. Nunca sabe qual é o conhecimento da pessoa que o está a entrevistar, e a última coisa que quereria é, ofender de forma inadvertida ao entrevistador por tentar fingir que sabe algo que não sabe.

Concentra-se no positivo: Se realmente odiava a sua escola? Tudo bem, a maioria de nós, se calhar odiava. Mas a última coisa que o entrevistador podia quer ouvir é o entrevistado falar sobre isso. Ao invés disso, encontre coisas boas para falar sobre a sua escola. Pelo menos uma. O mesmo se aplica para a experiência da vida. Encontre uma boa experiência de vida para contar ao seu entrevistador.

Conheça a sua candidatura e currículo: Antes de ir a entrevista, leia uma ou duas vezes o seu currículo e candidatura de bolsa para poder responder às eventuais perguntas sobre o que escreveu.

Agora que está preparado em termos de etiqueta, vou falar um pouco sobre alguns tópicos que são frequentemente abordados na entrevista de bolsa de estudo de modo a não ficar surpreendido ao longo da entrevista.

Em primeiro lugar, o entrevistador vai querer saber acerca de si, tudo acerca de si. Provavelmente poderá querer saber onde é que estudou, qual é o meio de subsistência dos seus pais, quantos irmãos e irmãs tem. Donde é que vem, a cidade. Não fique desconfortável com essas questões: Não há respostas erradas ou certas para essas perguntas. O entrevistador, apenas estará a tentar certificar, se o seu perfil ajusta-se ou não às necessidades da empresa ou da organização.

Poderá ser questionado sobre a sua contribuição, tanto na área académica assim como na comunidade. Repare que aqui também não há perguntas certas nem erradas. A honestidade é que conta. Provavelmente terá escrito sobre isto na sua candidatura e no seu currículo. Por isso, o mais importante é lembrar-se do que escreveu.

Poderá ser questionado sobre o seu futuro. O que gostaria de ser ou fazer quando terminar a formação. Se tem alguma carreira em mente? Porque decidiu ir para a universidade? Essas são boas perguntas para reflectir sobre elas antes de ir para a entrevista de modo a que possa responder com precisão e sem muitos “humm” ou “hahh”. Também, poderá ser questionado acerca de, porque é que acha que é importante ou porque é que quer ser doutor ou professor. Estas questões são feitas no sentido de encontrar algo no seu sistema de valores. Não se ofenda, mais uma vez, o entrevistador apenas quer certificar se o seu perfil se ajusta às necessidades da empresa.

Finalmente, poderá ser questionado sobre porque é que precisa de uma bolsa de estudo. Seja honesto, se a sua família é incapaz de pagar a universidade e sem uma bolsa de estudo não podia ir, é isso que deve dizer ao entrevistador. Isso não é nada para se ter vergonha. Se se preparar correctamente, as entrevistas não serão terríveis. Familiarizando-se com as etiquetas e os tipos de perguntas frequentes em entrevistas, pode diminuir as probabilidades de ser apanhado desprevenido. Quanto mais suave conduzir a sua entrevista, melhores serão as probabilidades de ser cobiçado e seleccionado.

Dicamatica - Portugal
Tel: +351 917 241 320
E-mail:dicamatica@gmail.com