Email Marketing $19/Month!

Como fazer uma carta de motivação?

Ver este artigo em pdf e guardar

A Carta de motivação é aquele documento que acompanha o seu currículo quando está a candidatar-se a um emprego ou a uma bolsa de estudo. É um dos primeiros elementos que a empresa ou instituição à qual se candidata tem sobre si.

O curriculum apresenta as habilitações e as experiências profissionais, mas não é o suficiente para delinear o perfil do candidato, assim a carta de apresentação torna-se, por isso, um instrumento de apresentação formal, apelativo e sintético.

É uma carta curta, ter entre 250 e 500 palavras, é o mais ideal. É claro que, a comissão não vai contar as palavras e nem você deve faze-lo. Pode ultrapassar um pouco, mas não convém que seja aparentemente visível o exagero.

O objectivo da carta é apresentar o seu currículo trazendo os aspectos mais relevantes sobre si que podem ajudar na sua selecção e que não estão visivelmente referenciados no seu currículo. Em suma, o seu objectivo é responder à pergunta do entrevistador: “Porque eu devo contratar esta pessoa?”.

Uma carta de apresentação deve ser redigida sem erros ortográficos, gralhas e construções frásicas incorrectas. Deve ser dirigida à pessoa certa, ou seja, envie a carta a uma pessoa em particular e não a uma empresa, colocando o nome e o cargo da pessoa sempre que o souber, pois o objectivo é fazer chegar a carta a quem o poderá contratar.

Esta carta deve, juntamente como o CV, convencer o empregador a chamá-lo para uma entrevista.

Na carta de apresentação, indique claramente o que lhe atrai no emprego a que se candidata e porque razão quer ali trabalhar.
Como estruturar

A carta de apresentação deverá ser breve e simples.

O aspecto é o mesmo com o da carta comercial: No canto superior direito da página, a direcção, a função, instituição e o nome da pessoa para qual dirige a carta. A morada e os detalhes de contacto vêm depois do seu nome, no canto inferior esquerdo da página.

Não escreva uma carta demasiado longa e detalhada, seja conciso, objectivo e destaque as suas qualidades. Refira as áreas profissionais que mais lhe interessam, ou nas quais se especializou. Também é importante deixar transparecer a sua opinião sobre o trabalho em equipa e a sua posição nas relações interpessoais.

Adapte o texto consoante a que se candidata, tendo em atenção o trabalho desenvolvido e os objectivos de cada entidade. É importante que sejam estabelecidos pontos de identificação entre o candidato e o empregador.

No final da carta, despeça-se disponibilizando-se para uma entrevista, de forma a estabelecer um contacto mais próximo e real.

À semelhança do currículo, a carta tem que ser datada e assinada por mão própria, de preferência com uma letra legível.


Estrutura detalhada

É ideal que não tenha muito mais de quatro parágrafos.

Primeiro parágrafo: Especificar para que lugar ou vaga se candidata. Nas últimas linhas, despeça-se disponibilizando-se para uma entrevista, de forma a estabelecer um contacto mais próximo e real.

Segundo parágrafo: Especificar as áreas profissionais que mais lhe interessam, ou nas quais se especializou. Também é importante deixar transparecer a sua opinião sobre o trabalho em equipa e a sua posição nas relações interpessoais.

Adapte o texto consoante a que se candidata, tendo em atenção o trabalho desenvolvido e os objectivos de cada entidade. É importante que sejam estabelecidos pontos de identificação entre o candidato e o empregador.

Terceiro parágrafo: Indique claramente o que lhe atrai no emprego ou vaga a que se candidata e porque razão quer ali trabalhar. Deve deixar clara a impressão de que irá dar uma boa contribuição à empresa e que essa contribuição será resultante da sua satisfação e do seu trabalho.

Quarto parágrafo: Despeça-se disponibilizando-se para uma entrevista, de forma a estabelecer um contacto mais próximo e real.

Depois do quarto parágrafo faça o fecho da carta com frases como “Com melhores cumprimentos”, “Subscrevo-me com a mais elevada consideração”.

Refira que anexa o Curriculum Vitae.

A carta tem que ser datada e assinada por mão própria, de preferência com uma letra legível.

Imprimir numa folha do tipo A4 (o curriculum também). Se vai entregar em mão ou enviar pelos correios, ponha num envelope branco do tipo A4. Se vai enviar por e-mail (correio electrónico), solicite uma notificação de que os seus documentos foram recebidos.

Espera pelo menos duas semanas contando a partir do dia que enviou os documentos ou do prazo antes de escrever novamente caso não tenha obtido qualquer resposta ou notificação de recepção.







Dicamatica - Portugal
Tel: +351 917 241 320
E-mail:dicamatica@gmail.com